10.9 C
Pontevedra
Luns, 6 de Decembro de 2021
Máis
    HomeComarcasAlén da RaiaValença desconfina cultura em julho e agosto com 18 programas de verão

    Valença desconfina cultura em julho e agosto com 18 programas de verão

    Valença avança com o desconfinamento da atividade cultural com um pacote de 18 atividades culturais distribuídas pelos meses de julho e agosto.

    A programação de verão avança já sexta-feira, 2 de julho, às 21h00, com um concerto da Orquestra Sinfónica de Viana do Castelo, na Igreja de Santo Estêvão. Sábado, 3 de julho, às 21h00, no mesmo local será a vez de subir ao palco os Vocalis Contrasta e o Projeto X.

    Em 10 de Julho programa-se o concerto do Grupo de Cordas 6tàs9, na Igreja do Convento de Ganfei, às 21h00.

    16 de julho o Jardim Municipal recebe um concerto da Academia de Música Fortaleza de Valença, às 21h00.

    Em 17 de Julho o palco será para o jazz com o ciclo Mosteirazz , no Mosteiro de Sanfins. Programa-se a atuação dos Kasual Quartet às 16h30 e dos Semfins, às 18h30.

    Entre 23 e 25 de julho, será a vez da Cultura da Eurocidade brindar Valença e Tui com uma programação que trará até à nossa cidade seis espetáculos de animação de rua.

    Em 24 de Julho será a vez dos Pedaço de Mau subir ao palco, às 21h00, no Jardim Municipal de Valença.

    A programação de julho encerra com os concertos dos Dark Side Project em 30 de Julho, no Jardim Municipal, às 21h00 e dos Metáfora, em 31 de Julho, também no Jardim Municipal, às 21h00.

    A programação de agosto arranca a 7 de agosto com o espetáculo de Verão no Jardim Municipal, às 21h00.

    Em 13 de Agosto com um concerto da Carminho nas Cortinas São Francisco, às 21h00. A 14 de Agosto o palco será para os Calema, às 21h00.

    Julho será ainda enriquecidos com três espetáculos de teatro, a cargo da Companhia Comédias do Minho.

    Todas as atividades terão lotação limitada e seguirão as normas emanadas pela Direção Geral de saúde.

    COLABORACIÓNS

    Diego Ameixeiras, «O cervo e a sombra»

    Diego Ameixeiras tennos afeitos a un tipo de escrita moi persoal e honesta, pero sempre intensa e emocionalmente arroutada. O seu novo traballo non fai máis que afondar nesta percepción e faino a través dese mundo que habita nos arrabaldes da sociedade, un escenario xa recorrente na súa narrativa.

    Treinta otoños tiene mi amor

    Último domingo del mes y cada vez más cerca de la Navidad, aunque en Vigo ya la tenemos muy presente desde hace una semana gracias a las más de diez millones de luces led que iluminan la ciudad.

    Ponteareas deportiva

    Los núcleos más importantes de población concentran el grueso de las pruebas deportivas que se celebran a lo largo del año. Es lógico, las infraestructuras para la práctica de deporte forman parte del paisaje de grandes urbes, mientras ciudades pequeñas y pueblos tienen limitado el acceso a gimnasios, pistas, pabellones y piscinas.

    Domingo Villar, «Algúns contos completos»

    Domingo Villar é un dos escritores galegos de maior sona grazas ás súas novelas policiais protagonizadas polo inspector Leo Caldas. Pero o que agora nos presenta neste volume é unha faciana moi diferente daquela á que nos ten acostumados. Nesta entrega non hai crimes, nin intriga, nin tramas reviradas, nin atisbo algún de narración policial nin de literatura negra. Trátase dun proxecto moito máis persoal e cercano, un pequeno capricho feito á medida del e do seu círculo máis íntimo.

    Colaboradores

    Alberto Aliaga Sola
    14 POSTS0 COMMENTS
    Ángel Covelo
    6 POSTS0 COMMENTS
    Bea Sanfa
    7 POSTS0 COMMENTS
    Manrique Fernández
    50 POSTS0 COMMENTS
    Paz de la Peña
    36 POSTS0 COMMENTS
    Ricardo Canosa Bastos
    14 POSTS0 COMMENTS
    Roberto Mera
    2 POSTS0 COMMENTS