9.2 C
Pontevedra
Xoves, 27 de Xaneiro de 2022
Máis
    HomeComarcasAlén da RaiaServiços sociais da autarquia concentrados em novas instalações

    Serviços sociais da autarquia concentrados em novas instalações

    A partir da próxima segunda-feira, 23 de agosto, os Serviços Municipais de Intervenção Social – SMIS passam a funcionar no rés-do-chão do Antigo Quartel dos Bombeiros Voluntários. A mudança de instalações deve-se à necessidade de desocupar o edifício que o acolhia para o arranque da 2ª fase da requalificação global da Escola Secundária de Vila Nova de Cerveira.

    Com esta alteração, os serviços sociais essenciais afetos ao Município ficam concentrados num único espaço, dotado de melhores condições e de uma melhor interação laboral dada a proximidade física à Câmara Municipal, além de se apresentar com melhor acessibilidade para os munícipes. A breve prazo, está igualmente prevista a mudança do serviço da Segurança Social para o mesmo local.

    Assim, a nova morada dos SMIS é a Praça do Município (nº 3), onde está albergado o Serviço Social, a Rede Social, a CPCJ, o Gabinete da Educação, o Gabinete da Saúde, o Gabinete de Psicologia, o GIP – Gabinete de Inserção Profissional, o GAE – Gabinete de Apoio ao Emigrante, o Banco Local de Voluntariado e a Loja Social.

    Tendo como principal missão o combate de situações de pobreza e de exclusão social, os Serviços Municipais de Intervenção Social dão orientações de resolução de situações emergentes e asseguram respostas para uma melhor qualidade de vida dos indivíduos/famílias residentes no concelho de Vila Nova de Cerveira. Ao nível da ação social, a autarquia disponibiliza um conjunto de ações/apoios, como o Telealarme, o Cartão Municipal do Idoso – Cartão Idade +, a Habitação Social, a Habitação Degradada, a Estratégia Local de Habitação, o apoio social às famílias, a Loja Social, o apoio em géneros alimentares/roupa e outros.

    COLABORACIÓNS

    Xosé Monteagudo, «Eternity»

    Xosé Monteaguro volve a sorprendernos coa súa nova novela, «Eternity», que chega a nós avalada polo premio de narrativa breve Repsol do ano pasado. Nesta ocasión o autor indaga sobre a eterna arela de transcendencia alén da morte, pois a trama desenvólvese arredor da creación dunha empresa tecnolóxica (que presta o título ao relato), ideada para preservar a memoria dos falecidos. Un auténtico cemiterio virtual ateigado de narracións do que foron as vidas dos seus inquilinos, relatadas por familiares e amigos. Deste xeito achégase á idea da morte dende unha perspectiva diferente, pois o protagonismo está na reconstrución das vidas dos mortos, no recurso da memoria como bálsamo para aliviar a perda do ser querido.

    ¡Llega el 2022! el año de los patitos… ¡esperemos que no feos!

    Ha finalizado el año 2021, ese que todo el mundo decía que iba a ser el de la recuperación, el del adiós del dichoso Covid. Ilusos. Algunos pensaban que al comenzar el 2021, con las vacunas ya comenzando a administrarse a la población, el dichoso virus iba a desaparecer cómo un mal sueño. La realidad ha resultado ser muy diferente.

    «A nena lectora» de Manuel Rivas e «De cando o Suso foi Carteiro» de Xosé Neira Vilas, dúas ideas para a ‘carta aos Reis Magos’

    É tradición neste Andel colocar algúns libros para nenos cando chegan as datas do Nadal e este ano, por aquilo de manter as nosas vellas teimas, traemos dúas obras que de seguro farán as delicias dos máis pequenos (e dos non tan pequenos, que nunca somos demasiado vellos para deixarnos enredar por unha obra ben escrita). Pertencen a dous autores que non dubidamos en considerar clásicos: Manolo Rivas e Xosé Neira Vilas, que é tanto como dicir dúas apostas sobre seguro. Teñámolos moi presentes á hora de redactar a nosa misiva aos Reis Magos.

    Rumbo al 2022

    Todos necesitamos pulsar el botón “reset” de vez en cuando, poner un punto y final y volver a empezar de cero. Sin duda, el 1 de enero es el mejor momento, o eso dice el mundo que nos rodea.

    Colaboradores

    Alberto Aliaga Sola
    15 POSTS0 COMMENTS
    Ángel Covelo
    6 POSTS0 COMMENTS
    Bea Sanfa
    8 POSTS0 COMMENTS
    Manrique Fernández
    55 POSTS0 COMMENTS
    Paz de la Peña
    38 POSTS0 COMMENTS
    Ricardo Canosa Bastos
    14 POSTS0 COMMENTS
    Roberto Mera
    4 POSTS0 COMMENTS
    Avatar
    1 POSTS0 COMMENTS